Qual é o melhor investimento para R$ 100.000,00?

Esta é uma das perguntas que surgem frequentemente quando alguém descobre que trabalho como Consultor em Planejamento Financeiro.

Adianto que ela não possui uma resposta definitiva, mas darei aqui os passos para que você chegue a melhor resposta para o seu caso.

“Mas como assim, não existe resposta certa?”

Imagine que você está se sentindo com náusea.

Ao entrar em uma farmácia e perguntar somente, “qual é o melhor remédio?”, qual a probabilidade de o farmacêutico acertar a indicação?

E se ele vender um remédio para febre ao invés de algo que acabe com o seu enjôo?

E se o seu caso for mais complexo, como um câncer?

Seria interessante pedir a indicação a um farmacêutico ou consultar um médico e realizar vários exames para entender qual a causa de seu problema?

A vida financeira não é muito diferente.

Quando escuto a pergunta “qual é o melhor investimento?”, preciso antes de tudo, saber o que está por trás deste investimento. Algumas perguntas que faço para realizar uma indicação mais acertada são:

  • Para qual objetivo você está investindo este dinheiro?
  • Como você se sentiria se o seu investimento caísse 25% em um dia?
  • Qual o valor do seu objetivo?
  • Quando você deseja realizar este objetivo?
  • Qual o valor exato que você começará a investir? Haverá outros aportes?
  • Possui uma Reserva de Segurança?

Explicarei a razão de cada pergunta abaixo:

Para qual objetivo você está investindo este dinheiro?

O dinheiro é simplesmente um meio para chegar a um objetivo. Se você está guardando dinheiro por guardar, fatalmente irá desistir de seu investimento no meio do caminho para satisfazer algum impulso.

Se você não possui um objetivo, invista em algo com muita liquidez, como poupança, Tesouro SELIC, CDB’s e Fundos DI.

Como você se sentiria se o seu investimento caísse 25% em um dia?

Acredite, quando é o seu dinheiro que está perdendo valor em um investimento é MUITO fácil cair em desespero. Se este cenário de perder 1/4 de seu dinheiro em um dia gera um frio na barriga, fique longe do mercado de renda variável como ações e fundos imobiliários.

Você também deve tomar cuidado com investimentos de renda fixa pré-fixados ou indexados a inflação. Estes também podem ter rendimentos negativos, como demonstro neste vídeo.

Perfil de risco é algo que deve ser respeitado, o dinheiro deve te trazer felicidade e não preocupação.

Qual o valor do seu objetivo, quando você deseja realizar este objetivo?

Aqui chegamos à definição do que é uma meta. Se você não sabe quanto é necessário para chegar ao seu objetivo e nem quando deseja realizá-lo, é quase impossível chegar a um “melhor investimento”.

Digo isso pois a única forma de realizar uma projeção é sabendo estas duas variáveis, além do rendimento esperado. (Utilize nossa calculadora SMART para realizar este cálculo clicando aqui)

Alguns investimentos bons como Tesouro IPCA+, LCI’s, LCA’s, COE’s e até alguns CDB’s, possuem carência e se você casar o vencimento do título com a realização do seu objetivo, o rendimento será melhor que em investimentos de alta liquidez.

Ações, fundos imobiliários, ouro e fundos de renda variável também são boas opções para quem tem um objetivo de longo prazo como a Aposentadoria.

A melhor forma de utilizar estes investimentos é através da diversificação, não mantenha todos os ovos na mesma cesta.

Qual o valor exato que você começará a investir? Haverá outros aportes?

Além de ajudar nas projeções, estes dados influenciam bastante no planejamento, pois investimentos com rendimentos melhores tendem a ter uma barreira de entrada maior. Esta é uma regra do mercado, quanto mais dinheiro você tem, melhores são as oportunidades.

Valores altos permitem uma negociação de melhores taxas em CDB’s, LCA’s, LCI’s e acesso a fundos de investimentos dos melhores gestores do mercado e com menor custo.

Possui uma Reserva de Segurança?

Esta é uma pergunta que poucas pessoas esperam? Mas é importante lidarmos com o “e se…”.

E se acontece algum imprevisto e o único dinheiro que você possui é este?

Todo planejamento vai por água abaixo, você pode ter deságio em alguns tipos de investimentos, outros podem estar em investimentos que não podem ser resgatados e você terá que realizar um empréstimo.

Por isso, sugiro ter entre 3 e 12 meses de gasto mensal guardado em investimentos de alta liquidez como poupança, CDB’s sem carência, Tesouro Selic ou fundos DI.

Após ter este “escudo financeiro”, aí sim você pode pensar em algo mais complexo para atingir seus objetivos.

Comece pelo seu planejamento!

O grande recado deste artigo é que ter um planejamento vem antes da pergunta de qual é o melhor investimento. Um investimento bom para mim, pode não ser bom para você simplesmente porque nossas vidas são diferentes.

Por isso, tenho dois caminhos para lhe indicar:

1 – Estude técnicas de planejamento financeiro e o funcionamento de todos os investimentos do mercado.

Sugiro que comece fazendo o download do e-book: Como realizar um Planejamento Financeiro em 5 Passos.

2 – Procure o acompanhamento de um consultor em planejamento financeiro.

Deixo aqui o convite para receber o contato de um de nossos Consultores para uma Orientação Financeira gratuita!

0 comments on “Qual é o melhor investimento para R$ 100.000,00?Add yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *