10 lições do melhor gestor europeu de fundos de investimentos da última década

Mikael Syding teve seu fundo de investimentos, o Futuris, eleito como o melhor Hedge Fund da Europa na década passada (2000 a 2009). Prêmio ganho pelo rendimento acima da média durante uma década um tanto quanto conturbada.

Mikael se aposentou aos 42 e hoje vive de gerir seu próprio dinheiro e escrever em seu ótimo blog http://mikaelsyding.com/. Ao se inscrever em sua newsletter você recebe o link para seu e-book “The retarded hedge Fund Manager – 50 lessons I keep forgetting”.

Syding lista neste livro 50 lições sobre investimentos. A sequência do livro é um pouco caótica, sem uma cronologia apurada e intercalando histórias profissionais e pessoais. Apesar da aparente confusão, o livro é muito bom e rápido de ser lido. Uma visão descompromissada de alguém que obteve muito sucesso e resolveu sair dele enquanto ainda tinha saúde e sanidade para tal.

Abaixo, listo numa tradução livre e por vezes resumida, as 10 lições que achei mais interessantes dentre as 50 apresentadas pelo autor. Vocês perceberão que elas se referem a aspectos psicológicos e comportamentais e muito pouco aos aspectos técnicos do mercado. Esta, por sinal, é a tônica do livro. Uma reflexão bem interessante!

1 – Tudo pode estar errado

E tudo pode estar certo no mercado, a depender do timing, sentimento, ambiente e outras pessoas. Não há verdades absolutas quando se fala em investimentos.

2 – Investir é uma arte holística, não uma ciência

Investir é tanto sobre psicologia (comportamento de massa) e adivinhar tendências, quanto é sobre geração de valor, negócios, economia e contabilidade.

3 – Trading (operar em grande quantidade) é normalmente um jogo perdedor

Operações de alta frequência são um jogo vencedor para quem tem a ferramenta mais rápida em questão de microssegundos, qualquer coisa entre um milissegundo ou um mês, é um jogo perdedor. Com seu próprio portfólio, Syding diz fazer grandes mudanças a cada três anos e mudanças menores a cada três meses.

4 – Perdas não são de todo mal

As perdas mostram onde você errou e acabam reforçando essa lição. Perdas podem fazer você abrir mão de um mau comportamento, salvando você de perdas mais significativas futuras.

5 – Seja você mesmo

Olhe para você mesmo e aceite o que você consegue ver ao invés de fingir ser outra pessoa. Analise a si mesmo, melhore o que não goste. Integridade e consistência são importantes.

6 – Não tenha pressa em ficar rico

Seja persistente e paciente. Realmente, não há necessidade de se apressar para ficar rico ou correr riscos extremos uma vez que as coisas já começaram a andar para você. Syding conta que seu fundo de investimentos teve seu fim quando seus gestores correram riscos desnecessários ao invés de esperarem pela oportunidade certa, por outro lado, o mesmo fundo só conseguiu se colocar de pé no seu começo porque seus fundadores correram riscos altíssimos. Ou seja, correram riscos na hora certa, no começo, e os mesmos riscos na hora errada, no final, quando não precisavam mais. Em outra lição ele nos lembra que a rota mais rápida para as perdas é buscar a rota mais rápida para a riqueza.

7 – O mercado não pune você

Só perdedores pensam assim. O universo e o mercado de ações não se preocupam com você nem um pouco.  Seus resultados são consequências únicas de seus atos. Lembre-se: “Nunca é culpa do mercado se você está perdendo dinheiro!”.

8 – Evite a soberba acima de tudo

Lembre-se que por trás de todo grande ganho há uma parcela de sorte e por trás de toda grande perda está a especulação e o azar.

9 – Deixe espaço para uma melhor oportunidade futura

Você nunca saberá quando o mercado te apresentará uma oportunidade incrível, então, nunca entre all in (com tudo) em uma única operação desde o começo, independente do quão bom e incrível a operação pareça ser.

10 – Use, efetivamente, as lições aprendidas

Anote seus aprendizados e os use como um checklist, de vez em quando. Em seu blog, Syding fala muito sobre a importância de se ter um caderno de notas no qual você deve anotar tudo sobre as operações que fizer desde preços e volume financeiro aos motivos pelos quais você entrou ou saiu daquela operação, o que sentia na hora e o que aprendeu com seu acerto ou erro.

Recomendo a todos que gostem de investimentos e queiram ver os bastidores de um grande fundo de investimentos que leiam este e-book. Uma leitura divertida e, por vezes, surpreendente.

Aproveite e faça também o download do e-book abaixo para aprofundar seus conhecimentos de Planejamento Financeiro:

0 comments on “10 lições do melhor gestor europeu de fundos de investimentos da última décadaAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *