Poupanças forçadas, qual o impacto disso na minha aposentadoria?

Recentemente li um artigo acadêmico sobre uma suposição que tinha, até então, apenas suspeitas de sua validade, e, após a leitura desse texto, pude confirmar com dados e fatos a procedência da mesma.

A conclusão que estou falando é:

Poupanças obrigatórias, como por exemplo, débitos automáticos de planos de previdência privada, impactam drasticamente a acumulação para a aposentadoria dos indivíduos, e não só isso, podem transformar, de forma eficaz, um não poupador em poupador consciente.

Não contendo a ansiedade, me permiti dividir essa constatação com meus leitores por meio deste post.

Dedico esse meu texto, principalmente àqueles com mais dificuldades de poupar e de se planejar financeiramente. Depois de terminada a leitura desse artigo, você entenderá finalmente porque aquele puxãozinho de orelha corriqueiro do seu planejador financeiro faz tanto sentido.

Preparado? Aproveite a leitura!

Entendendo o comportamento poupador e o não poupador

Do ponto de vista psicológico, não poupadores, em sua maioria, confiam mais na previdência social, independentemente do seu nível de renda gastam de forma mais abundante que poupadores, têm menos resistências a tentações de consumo em geral e possuem uma capacidade de autocontrole abaixo da média.

As mudanças entre os perfis de poupadores e não poupadores podem ter explicações tanto genéticas quanto comportamentais.

Por exemplo, pesquisas apontam que analisando o comportamento de poupança de gêmeos idênticos fraternais pode-se associar aproximadamente um terço das diferenças do comportamento poupador exclusivamente ao material genético.

Já do ponto de vista comportamental, outras pesquisas apontam que o efeito da cultura e educação dos pais no comportamento poupador de seus filhos é mais forte sobre eles até no máximo os 20 anos de idade, e que após essa fase da vida essa influência praticamente desaparece.

Outro fator muito interessante e decisivo no comportamento poupador é a existência da chamada personalidade conscienciosa. Pessoas com essa característica de personalidade no geral não compram coisas por impulso, não gastam muito dinheiro, nem adquirem bens que realmente não precisam.

Além disso, pessoas com indícios acentuados dessa personalidade estão mais propensas a conquistas acadêmicas, melhor desempenho laboral, estabilidade matrimonial e longevidade.

Em resumo, pessoas conscienciosas têm maiores chances de desenvolver um comportamento poupador e maiores chances de acumularem mais patrimônio.

Lembramos que esta característica de personalidade normalmente apresenta as propensões citadas independentemente do nível de renda, educação e habilidade cognitiva.

A boa notícia é que, apesar de ser mais encontrado em uns do que outros, esse aspecto de personalidade pode ser desenvolvido em qualquer indivíduo apto para tal.

Como poupanças obrigatórias podem transformar um não poupador?

Caso, após a leitura dos fatos acima você se identifique como um não poupador, ou até como uma pessoa pouco conscienciosa, fique tranquilo. Tente começar com um primeiro passo, como uma espécie de incentivo, inicie com débitos automáticos para um plano de previdência privada, por exemplo.

Poupanças forçadas promovem um grande benefício involuntário a não poupadores. Esse tipo de atitude é ideal para pessoas que sempre falham em acumular o suficiente para aposentadoria. Ao mesmo tempo, o débito automático inibe aquela carga de responsabilidade de estar sempre preocupado ou atento para não se esquecer de acumular para aposentadoria via investimentos voluntários mais tradicionais.

O mais interessante é que com uma única atitude de realizar poupanças forçadas você poderá ao mesmo tempo controlar ou inibir todas as características comportamentais, genéticas e psicológicas de um não poupador, pois, elas reforçam a poupança limitando a renda disponível para gastar, substituem o autocontrole pelo controle externo, e impõem a personalidade conscienciosa onde antes não existia.

O que está esperando? Mude sua realidade e contrate hoje mesmo seu plano de previdência com débito automático!

Quer saber mais como fazer o seu planejamento financeiro?

Faça o download do e-book abaixo!

0 comments on “Poupanças forçadas, qual o impacto disso na minha aposentadoria?Add yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *