Conhece a ti mesmo. Reflexões sobre independência financeira e aposentadoria

O ser humano é engraçado. Um mesmo conceito pode ter significados extremamente distintos para diferentes pessoas. Mesmo entre grupos que possuem opiniões parecidas.

Lendo o blog Financial Samurai (http://www.financialsamurai.com/) pude perceber este fenômeno de forma clara. O autor do blog defende que as pessoas devem se aposentar cedo. Muito cedo. Antes dos 45 anos. No caso dele, seu objetivo era uma renda mensal passiva de cerca de US$ 20.000,00. Em seu blog, ele detalha como conseguiu isto e como é seu fluxo de caixa atual.

O que me chamou muito a atenção desta vez não foi o texto em si, mas sim seus comentários. Alguns leitores discutiam sobre qual seria a renda ideal para se aposentar. Os valores variavam de vinte mil dólares anuais a cem mil dólares mensais. Outros discutiam por quanto tempo se vive após a aposentadoria ou se a falta de um trabalho os “mataria” mais cedo. Outros, ainda, debatiam ferozmente sobre onde aplicar o recurso poupado mensalmente. Ações, renda fixa, imóveis…

Bem, isso só me trouxe mais certeza de que se trata de um tema complexo e absolutamente pessoal. Cada um tem seu ideal de aposentadoria ou independência financeira. Esta é uma particularidade extremamente difícil de padronizar.

O que me preocupa, porém, é o fato de que muitos de nossos leitores e clientes nos procuram por estarem ansiosos, e muito dessa ansiedade vem da vontade de viver o que é considerado ideal pelos outros, em outras palavras, de se preocupar muito com a opinião alheia e não procurar se conhecer e entender o que é realmente importante para si mesmo.

“muito dessa ansiedade vem da vontade de viver o que é considerado ideal pelos outros”

Por isso, resolvi escrever este post com alguns pontos para incentivar a reflexão sobre esse tema bastante controverso. Não quero dar respostas ou indicar verdades absolutas. Minha intenção é que você pense por si próprio, ou em conjunto com sua família, sobre o que é importante para vocês quando se fala de independência financeira.

O que é independência financeira? – Para alguns significa não fazer nada, para outros, viajar o mundo, os mais altruístas pensam em se dedicar a trabalhos sociais, outros pensam em trabalhar apenas com o que gostam. Apesar de se tratar de um conceito subjetivo, considero independência financeira como a liberdade de poder fazer o que você realmente deseja, sem se preocupar com as implicações financeiras dos seus desejos.

O risco desta definição está no que falei anteriormente: viver o sonho dos outros. Você deve ter a liberdade para fazer o que você (ou sua família) quer e não se preocupar com o que os outros esperam que você faça.

Quanto é o suficiente? – Meu colega, Hugo, já escreveu aqui com maestria sobre este assunto. Vale a pena você conferir. Em resumo, este ponto complementa o anterior, pois, além de saber quais são os seus desejos, é necessário saber o quanto você precisa para viver como você quer.

Uma regra de ouro é sempre válida: quanto mais se quiser ter, mais será preciso acumular. Algumas pessoas pregam a aposentadoria cedo (movimento Extreme Early Retirement). Normalmente, seu foco está no corte de custo e numa vida frugal. Se isto funciona para você, siga em frente. Se não é bem isso que deseja, pense no motivo de sua pressa em se aposentar cedo. As causas podem ser mais profundas do que se imagina.

Aposentadoria não significa parar de gerar renda totalmente – não é porque você atingiu a renda passiva sonhada ou o patrimônio que te traz paz de espírito que você deve parar de produzir. Muitas pessoas, quando atingem este patamar passam a trabalhar por prazer, se dedicam a algum talento ou experiência adquirida durante sua carreira. A ideia da independência financeira é que o dinheiro deixe de ser seu principal motivador para trabalhar e não que você não pare de trabalhar ou produzir.

Não quero me aposentar nunca – Ótimo! Mesmo que deixar de trabalhar não seja seu objetivo, tenha uma meta de independência financeira. Coloque uma meta com um prazo bem definido para não perder o foco, mesmo que você não queira parar de trabalhar nunca. Isso vai te manter no trilho. É melhor ter a opção de poder parar ou diminuir o ritmo a ser obrigado a trabalhar por necessidade.

65 anos, a idade mágica – Você não é obrigado a trabalhar até os 65 anos para se aposentar. Na verdade, se você quiser se aposentar apenas pela via pública, aí sim, você deverá trabalhar por um tempo mínimo que ninguém sabe ao certo qual é e, dependendo de sua idade, com certeza, irá mudar muito nas próximas décadas.

“se você quer ter liberdade e cuidar da sua vida de forma autônoma, sem depender do Estado, o prazo de sua aposentadoria só depende de você.”

Mas se você quer ter liberdade e cuidar da sua vida de forma autônoma, sem depender do Estado, o prazo de sua aposentadoria só depende de você. Ele é o resultado do quanto você vai poupar e do quanto pretende consumir quando atingir sua meta.

A primeira parte, a poupança, depende de sua renda e de seus gastos hoje. Se você quer se aposentar mais cedo, deve poupar mais. Para isso deve ganhar mais e/ou gastar menos. Não tem segredo. Fazendo isso, você deve se preocupar apenas em não fazer alguma loucura com sua poupança.

Já a segunda parte, quanto vai gastar depois de aposentado se refere ao que discuti no tópico “quanto é o suficiente?”.

Resumindo, se você está ansioso com as notícias que pipocam sobre a reforma da previdência, se está preocupado com a possibilidade não ter dinheiro suficiente para viver uma aposentadoria luxuosa ou que este dinheiro acabe rápido demais, recomendo que pense com carinho nestes cinco pontos que listei.

Pense exclusivamente no que você quer. Reúna sua família ou aqueles os quais esta decisão afetará diretamente e converse sobre estes assuntos. Refletir sobre o tema e agir logo na sequência podem ser os passos mais importantes para conquistar sua paz de espírito financeira.

Para ajudá-lo(a) fizemos a calculadora financeira abaixo, faça o download gratuito!

1 comment on “Conhece a ti mesmo. Reflexões sobre independência financeira e aposentadoriaAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *